Aldeia da Cuada A Associação
Turismo em Espaço Rural

Promoções

20% DE DESCONTO NOS APARTAMENTOS!

Apartamentos -20%. Desconto de 14-29 Novembro 2014 Pequeno-Almoço incluído. Estadia mínima de 3 dias. Apenas 80€/dia!

NOTÍCIAS


Taste in Adegas “mostra o que de melhor se faz” no Pico

O Diretor Regional do Ambiente destacou hoje a relevância de iniciativas como o II Taste in Adegas, um roteiro de divulgação dos vinhos do Pico, para a promoção da importância da “cultura da vinha” e do seu património.

Na abertura do evento, associado ao programa de comemorações do 10.º aniversário da Classificação da Paisagem da Cultura da Vinha do Pico como Património Mundial, o Diretor Regional do Ambiente salientou a importância de mostrar aos visitantes "o que de melhor se faz do ponto de vista gastronómico e da produção vitícola", especialmente quando isso acontece "no local onde esses produtos, ao longo dos tempos e de geração para geração, foram sendo provados e usufruídos, precisamente, nas adegas”.

“As adegas são e sempre foram a sala de visita do picaroto. Convidam-se aqueles que nos visitam para vir às adegas e não à nossa casa e é aí que desfrutam do vinho, das aguardentes e dos petiscos”, frisou Hernâni Jorge.

O Taste in Adegas é organizado pela Adeliaçor, em parceria com a Escola de Formação Turística e Hoteleira e o apoio do Governo dos Açores. 


Vender chá aos Chineses: novo mercado turístico para os Açores

No meio do Atlântico, onde as placas tectónicas americanas, europeias e africanas se encontram, podemos encontrar as únicas plantações de chá da Europa. A Fábrica de Chá Gorreana, que hoje produz 40 toneladas de chá em dos campos mesmo ao lado do mar, iniciou-se com a ajuda de especialistas chineses de Macau em 1883, na ilha de São Miguel.

Aberta à visita de turistas, a fábrica foi identificada como uma das possíveis atrações para os viajantes chineses que procuram destinos novos e exóticos. Um palácio no meio de um extenso jardim com árvores centenárias e outras plantas de todos os cantos do mundo certamente se qualifica como uma atração para os chineses ansiosos por experimentar uma atmosfera de nobreza combinada com uma boa hospitalidade e bela natureza.

A possibilidade de fazer observação de baleias durante todo o ano, as temperaturas que nunca caem abaixo dos 10ºC, bem como a singularidade deste grupo de nove ilhas quase a meio caminho entre a Europa e a América, acessíveis com um visto Schengen UE, deveria ajudar a atrair turistas chineses.


Açores considerado o Melhor Destino Sustentável 2014/2015

O Prémio de Platinum Quality Coast 2014/2015 foi atribuído ao arquipélago dos Açores.

A Quality Coast, o maior programa de certificação do mundo, identificou vários destinos que preenchem os requisitos relativamente ao turismo sustentável, estreando a primeira edição do prémio.

Os Açores mantiveram a sua impressionante trajectória de desenvolvimento no que diz respeito à sustentabilidade, tendo sido já nomeado para Destino Turístico Sustentável Nº1 pela Costa Qualidade em 2013/2014.

Foram apontados como principais aspectos para a eleição do arquipélago como o mais sustentável as áreas costeiras, a natureza, a água limpa, a vida marinha, hotéis, comunidade/identidade, paisagem, meio ambiente, cultura, bandeiras azuis e fatores sócio-económicos.

O arquipélago vulcânico tem vários patrimónios naturais, entre os quais a Reserva da Biosfera da UNESCO. Tem também um rico ecossistema marinho protegido com animais como peixes, golfinhos, tartarugas marinhas, baleias cachalotes, grandes baleias e corais de águas frias.

É de relembrar ainda que, em 2013, a UNESCO certificou o arquipélago dos Açores como um Geoparque Europeu, com oferta de mergulho bem regulado, trilhas de bicicleta, 33 praias com bandeira azul e caminhadas.


Conde Nasté Traveler elege as 7 piscinas naturais mais bonitas do mundo e duas delas são açorianas

Numa pequena lista das piscinas naturais mais bonitas do mundo, podemos encontrar a Caldeira Velha e as Piscinas Naturais da Ferraria, ambas na ilha de São Miguel.

Por um lado, temos a Caldeira Velha no coração da ilha, uma ribeira alimentada por nascentes de água quente de origem termal que formam cascatas. Esta reserva natural verde esmeralda constitui um dos monumentos naturais e regionais mais visitados dos Açores, tendo desde Setembro de 2013 um Centro de Interpretação Ambiental.

Com cerca de 400 visitantes por dia, a Caldeira Velha está aberta diariamente entre as 09:00 e as 21:00 no verão e as 09:00 e as 17:00 no inverno e a entrada neste espaço custa dois euros. 

Por outro lado, no extremo sudoeste de São Miguel, encontramos as Piscinas Naturais da Ferraria, de notável beleza e interesse científico devido à sua formação geológica. Contudo, estas piscinas possuem outra grande riqueza: duas fontes de águas termais de origem vulcânica. As qualidades terapêuticas das águas termais da Ferraria levou a que este complexo termal se tenha tornado praticamente um local de culto.

Consideradas únicas no mundo, devido à existência de água salgada com um alto teor de enxofre, as águas da Ferraria possuem propriedades curativas para o reumatismo e a neurite, sendo também usadas para tratar doenças de outros fóruns.

Este reconhecimento da Conde Nasté Traveler vem trazer mais notoriedade aos Açores como destino de natureza, com todas as suas qualidades. O turismo aliado à valorização do património das ilhas constitui uma das estratégias do Governo Regional dos Açores, o qual prevê um crescimento e desenvolvimento do mesmo nos próximos anos.


Açores lançam guia para a prática de 'canyoning'

O lançamento do guia será feito durante o 1.º Encontro Internacional de Canyoning nos Açores, com início no dia de hoje se alongará até dia 3 de Outubro na ilha das Flores.

 

O arquipélago dos Açores vai passar a dispor de um guia bilingue onde estão sinalizados mais de uma centena de locais para a prática de canyoning, uma modalidade em expansão no arquipélago, que pretende competir com outros destinos.

"Há mais canyonings nos Açores do que no continente. Além disso, o nosso guia supera em muito mais do dobro as referências na Madeira", frisou Francisco Silva, um dos autores do guia, para quem as ilhas açorianas têm potencialidades para complementar a oferta do arquipélago madeirense.

Flores e São Jorge são consideradas as ilhas com melhores condições para a prática deste desporto, tendo um grande atractivo comparativamente com outros destinos de canyoning de montanha: "as cascatas com vista para o mar, algumas delas inclusive com saída na costa ou no mar". São Miguel, Santa Maria, Faial e Terceira têm também sinalizados percursos.

Além disso, a expansão da modalidade permite, no seu entender, combater a sazonalidade do turismo e promover a vinda de turistas a ilhas com menor procura, salientando que existe "uma diversidade geográfica por ilha" e em termos dos períodos para a prática da modalidade.


Ryanair quer voar para os Açores

A Ryanair quer voar para os Açores e para a Madeira, estando a negociar o lançamento dessas rotas, confirmou ontem o presidente executivo da companhia aérea de baixo custo.

 
Em conferência de imprensa onde foram anunciadas as novidades da companhia aérea Ryanair para Lisboa, Michael O'Leary demonstrou interesse em lançar rotas para o arquipélago dos Açores. Explicou, no entanto, que "o Governo tem que resolver a liberalização e encorajar as companhias aéreas". 
 
No mês de Julho, o presidente do Governo dos Açores anunciou um acordo com o executivo nacional que prevê a liberalização das ligações aéreas entre o continente e duas ilhas do arquipélago, bem como a diminuição para metade das tarifas para residentes. "Com esta liberalização, estas rotas encontram-se totalmente abertas à entrada de qualquer companhia aérea, incluindo as chamadas 'low cost'".

Actualmente, só a SATA e a TAP voam para os Açores. A easyJet também já demonstrou interesse em lançar uma rota incluindo o arquipélago dos Açores, sendo que já voa para o Funchal.


Maré de Agosto - Santa Maria

Provavelmente o mais conhecido evento da Região e sem dúvida, um festival a não perder. Decorre anualmente na ilha de Santa Maria, nos Açores. As Casas Açorianas estão presentes com 4 fantásticas Casas Rurais... precisa de mais argumentos?

Decorre de 21 a 23 de Agosto 2014 e reúne participantes e visitantes de todos os cantos do mundo, não apenas açorianos. 

O festival, que completa agora 30 anos, conta com um cartaz que vai muito além da programação nocturna, já que as arenosas praias da ilha (entre elas a baía de São Lourenço) são também palco do "after-party" diurno e convívio de todos quantos se reunem à noite. Sob a coordenação da SMARTUR programas como passeios, excursões, volta à ilha e aluguer de bicicletas estão disponíveis, sem esquecer as sessões gratuitas de Yoga a decorrer no areal da Praia Formosa.

Matisyahu, La Chiva Gantiva, Selah Sue, The Black Mamba, Mariza, John Lee Hooker Jr são alguns dos artistas presentes. A madrugada tem como anfitrião o DJ André N em todos os dias do festival.


Casas Açorianas na Tomada de Posse da Federação Portuguesa de Turismo Rural

Decorreu hoje, dia 13 de dezembro de 2013, a Tomada de Posse dos Órgãos Sociais da Federação Portuguesa de Turismo Rural. A cerimónia teve lugar pelas 15h00 no Monte Os Agostos em Santa Bárbara de Nexe (Faro).
João Comba, representante da Associação Casas Açorianas foi o órgão eleito para a Presidência da Assembleia Geral desta Federação.

 

A Federação Portuguesa de Turismo Rural, constituída no dia 31 de maio de 2013 e sediada em Idanha-a-Nova, visa a defesa e promoção do turismo no meio rural, assumindo-se como uma entidade representativa dos interesses de todos os stakeholders que operam neste sector.

 

As organizações associadas são representativas de todo o território nacional - Continente e Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira -, e assumem-se como um corpo orgânico e liderante deste sector da atividade turística. Às organizações fundadoras - ADERE Peneda-Gerês, Hotéis Rurais de Portugal, Coudelaria Henrique Abecasis, TuriPortugal, Naturtejo, Casas Açorianas, Madeira Rural, Heranças do Alentejo, e Garvetur -, juntaram-se entretanto a Aldeia da Fonte, as Casas Brancas, a ANIMAR e a Abrottea, as quais, em conjunto representam mais de 700 associados.

O plano de atividades dos Órgãos Sociais eleitos passa pela implementação de uma orientação nacional que permita estabelecer programas, protocolos, e ações integradas de promoção e venda nos mercados internacionais.


Mensagem do Presidente das Casas Açorianas alusiva ao Dia Mundial do Turismo 2013

No âmbito do Dia Mundial do Turismo, dia 27 de Setembro, Gilberto Vieira, presidente das Casas Açorianas, em mensagem enviada à comunicação social, relembra e destaca a importância do ecossistema dos Açores: somos um laboratório natural.

Segundo Gilberto Vieira, a região é um destino de natureza, tranquilidade e segurança, com um ambiente natural e único para descansar, contemplar e conviver.

De acordo com Gilberto Vieira, "não há verdadeiro turismo sem uma componente cultural. E isto porque quem viaja, faz da viagem uma forma de procura e de descoberta. O turista ou o viajante não viaja só para se recrear, mas também para se instruir e procurar uma diferença. E esta diferença temo-la aqui nos Açores. Para dar e vender".  

O presidente das Casas Açorianas acrescenta ainda que "é preciso é que quem nos governa não meta água", destacando a necessidade de melhorar a oferta turística do Arquipélago dos Açores, através da diferenciação e qualificação deste destino.

 

 


Seminário afirma potencial do Turismo Rural e da Natureza

Realizou-se recentemente, dia 11 de junho de 2013, no CNEMA em Santarém, o II Seminário sobre Turismo Rural e Natureza em que a Associação das Casas Açorianas fez-se representar por Eduardo Carreiro da Direção e João Comba da Mesa da AG.

Entre os oradores convidados, estiveram presentes o Secretário de Estado do Turismo, o Presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal, o Presidente Regional do Turismo do Alentejo, o Presidente Regional do Turismo do Algarve, o Vice-presidente Regional do Turismo do Centro e o Presidente do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

O seminário foi a afirmação do potencial que o turismo rural e da natureza representa para o desenvolvimento do território, a fixação de populações e a divulgação dos produtos endógenos e do património do país. Este é o momento para trabalhar em rede com todos os parceiros e desenvolver as mais valias deste produto. A Federação Portuguesa de Turismo Rural vai ter aqui um papel preponderante.

Todas as entidades presentes afirmaram a importância do contributo que o turismo e, neste caso específico o turismo rural, tem para ajudar o país a sair duma crise sem fim à vista. O potencial existe e há que desenvolvê-lo de uma forma contínua e profissional. É consenso unânime de que só em parceria com todos os promotores e de uma forma consistente será possível marcar uma presença efetiva no mercado nacional e internacional.

É nossa convicção que a potenciação do turismo rural  na Região Autónoma dos Açores continua a passar também pela Associação das Casas Açorianas quer na ligação com as entidades regionais e autárquicas quer com os outros parceiros, nomeadamente, a animação turística, os produtores de produtos regionais, a restauração e outras entidades de alojamento rural.


Casas Açorianas presidem à AG da Federação Portuguesa de Turismo Rural

A Associação Casa Açorianas, é uma das Organizações Fundadoras - juntamente com a TuriPortugal, Hotéis Rurais de Portugal, ADERE-Peneda Gerês, Naturtejo, Coudelaria Henrique Abecasis, Madeira Rural, Heranças do Alentejo e Garvetur da Federação Portuguesa de Turismo Rural.

A Cerimónia da Escritura Pública de Constituição da Federação realizou-se na passada 6.ª feira, dia 31 de Maio e entre outras entidades contou com a presença do Secretário de Estado de Turismo, Dr. Adolfo Mesquita Nunes. O Governo Regional dos Açores fez-se representar pela Drª Cristina Ávila. Da parte da Associação “Casas Açorianas” estiveram presentes o Senhor Eduardo Carreiro e o Presidente da Assembleia Geral Senhor João Comba.

Na ocasião foram apresentados os Órgãos Sociais e as Linhas Estratégicas orientadoras da Federação Portuguesa de Turismo Rural sendo que às Casas Açorianas coube a presidência da Assembleia Geral enquanto a Direcção será presidida pela Associação Hotéis Rurais de Portugal. 
Este é sem dúvida um marco importante para os Territórios Rurais e para as Economias Locais, e que acrescenta mais valor à marca turística “Portugal”. Agora sim, em bom rigor, podemos falar com propriedade do setor do Turismo Rural em Portugal. Em razão de uma organização, de uma representatividade, e de uma voz que se pretende articular com os diferentes poderes da administração central e regionais do turismo, com o objetivo do estabelecimento de programas, protocolos, e de ações integradas de promoção e venda nos mercados internacionais.

A 11 de Junho realizar-se-á em Santarém o II Seminário sobre Turismo Rural e Natureza subordinado ao tema "Desafios para o Setor num Contexto de Mudança e que já se enquadra nas matérias em agenda da própria Federação Portuguesa de Turismo Rural.


“Casas Açorianas” integram Federação Portuguesa de Turismo Rural

A Associação de Turismo em Espaço Rural nos Açores “Casas Açorianas” é uma das sócias fundadoras da Federação Portuguesa de Turismo Rural cuja constituição é oficializada esta sexta-feira, dia 31 de Maio.

A Escritura Pública da Federação, que contará com a presença do Secretário de Estado de Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, está marcada para as 10h30 no Hotel Rural Herdade da Poupa, no Rosmaninhal, concelho de Idanha-a-Nova.

No âmbito da cerimónia serão apresentados os órgãos sociais e as linhas estratégicas orientadoras da Federação que visa materializar uma rede nacional de cooperação coletiva em torno do Turismo Rural.


Casas Açorianas chegam ao mercado russo

Entre 13 de Março e 6 de Abril, as representantes da primeira Agência de viagens Russa nos Açores “Lazorica”, em conjunto com a Agência Melo, participaram nas duas feiras internacionais de turismo mais importantes da Rússia, a MITT, em Moscovo, e a "Recreação Sem Fronteiras", em São Petersburgo, onde fizeram a promoção da região dos Açores e apresentaram a Associação Casas Açorianas. Ao todo foram realizadas 9 apresentações para os operadores e agências turísticas das duas cidades.

De salientar as apresentações que tiveram lugar nas duas maiores empresas turisticas  de São Petersburgo – “ Versa” e “Neva” que este ano lançaram os seus charters para Lisboa, incluindo nos seus programas viagens até aos Açores. Estes dois operadores estiveram na região  em finais do ano passado tendo visitado algumas das “Casas Açorianas” nas ilhas Terceira, Faial, Pico e São Miguel.

Em Moscovo foi efectuada uma apresentação especifica junto da companhia aérea Air Berlin e os seus parceiros convidados, facto que se revelou da maior importância  tendo em conta a abertura de voo semanal (à quarta-feira) Moscovo-Dusseldorf-Ponta Delgada, a ter início dia 1 de Maio e a estender-se até 30 Outubro.

As apresentações feitas na Rússia focaram, no geral, o rumo novo e interessante para os turistas russos  que são os Açores, mas tambem foi divulgada a atividade  e as características das “Casas Açorianas” como uma forma alternativa e mais consistente com o conceito de ecoturismo.

A “Agência Lazorica” já começou a canalizar turistas russos para algumas unidades TER associadas e espera o crescimento da demanda por este tipo de alojamento, em cooperação com a Associação “Casas Açorianas”.


Assembleia Geral Eleitoral. Sessão Ordinária

CONVOCATÓRIA

Segundo o artigo 24º do Regulamento Interno, eu, João Comba, Presidente da Assembleia Geral das Casas Açorianas, convoco todos os Associados da Associação Casas Açorianas – Casas de Turismo em Espaço Rural, para se reunirem em Assembleia Geral, sessão ordinária, no hotel Ponta Delgada sito na rua João Francisco Cabral nº 49, em Ponta Delgada, pelas 09:00 do dia 27 de abril de 2013.

 

Ordem de Trabalhos

9H30 Abertura

9H45 Balanço da atividade da Central de Reservas das CA e evolução das suas funcionalidades

10H45 Ponto da situação do Projeto de Classificação em Qualidade

11H30 Apresentação das novas facilidades do sítio das CA

12H00 Plano de 2012 e balanço das atividades desenvolvidas

13H00/14H30 ALMOÇO

14H30 Apreciação e votação do Relatório e Contas de 2012

15H00 Apresentação, análise e votação da proposta de plano para 2013

16H00 Outros assuntos de interesse da Associação

16H30 Encerramento

Para legal funcionamento da Assembleia Geral, em primeira convocatória, é necessária a presença da maioria dos sócios efetivos. Se à hora marcada, e de acordo com o artigo 26º do Regulamento Interno, não estiverem presentes a maioria dos sócios, a Assembleia Geral, em segunda convocação, fica marcada para as 9:30 horas do mesmo dia, no mesmo local e com a mesma Ordem de Trabalhos, podendo então deliberar qualquer que seja o número de Associados presentes.


Casas Açorianas presentes na BTL 2013

A Associação de Turismo em Espaço Rural, Casas Açorianas, está presente na edição deste ano da Bolsa Internacional de Turismo de Lisboa que se inicia esta quarta-feira, dia 27 de Fevereiro e termina no próximo domingo dia 3 de Março.

Naquele que é o maior certame turístico a nível nacional, as Casas Açorianas fazem-se representar em dois módulos de negócio. Um integrado no stand Açores, no Pavilhão 1, e outro no Pavilhão 2, este dedicado ao Mundo Rural. A BTL Rural, que ocorre em simultâneo, conta este ano com um número considerável de expositores, o que vem comprovar que o espaço rural é cada vez mais um factor decisivo na projecção do turismo nacional. Promover e comercializar as casas açorianas associadas enquanto produto diferenciado e de excelência constituem os principais objectivos.
O contacto directo com os potenciais clientes ocorre a partir de sexta feira, quando a BTL abre as portas ao público em geral, estando os primeiros dias de feira reservados a contactos com profissionais do sector. Nesse âmbito as Casas Açorianas tem agendadas diversas reuniões com operadores turísticos.